O homem que sobe o cabeço

A tiracolo transporta um saco de serapilheira antiga de pedras roladas da ribeira. Na mão esquerda uma vassoura de arame, na direita um garrafão antigo de vinho tinto. Indiferente ao calor abrasador de uma tarde de verão alentejano, a testa goteja gotas de suor sobre o olhar turvo. O cão regressa da América, segue-o a distância de respeito farejando as suas pegadas. O homem sobe o cabeço para admirar a paisagem em todos os quadrantes e falar com a Senhora das Candeias. Pousa os seus bens, retira do bolso direito o terço e à luz do sol que se põe reza o terço.

Posts Em Destaque
Posts em breve
Fique ligado...
Posts Recentes